segunda-feira, 16 de abril de 2012

Trabalho 3 de física para os alunos dos 1ºs anos da manhã

Caros alunos,

Seguem os exercícios de conversão de unidades para vocês treinarem um pouquinho.

Bom trabalho.


Conversões de unidades de distância.

1)      Transforme as medidas abaixo em mm:

a)      1 cm

b)      1 dm

c)       2,2 cm

d)      34 cm

e)      56,7 cm

f)       8 m

g)      0,5 cm

h)      0,5 dm

i)        0,5 m

j)        9 km


2)      Transforme as medidas abaixo em cm:

a)      1 m

b)      1 dm

c)       0,3 m

d)      2,5 m

e)      3,3 dm

f)       40 m

g)      40 mm

h)      7 km
 

3)      Transforme as medidas abaixo em m:

a)      1 mm

b)      1 cm

c)       1 dm

d)      1 dam

e)      1 hm

f)       1 km

g)      34 cm

h)      12 dam

i)        3 ,7 hm

j)        9,873 km

k)      76,00587 km

l)        639 mm

m)    37.408 mm

n)      1.500.345 cm

o)      0,57 dam

p)      30 dm



4)      Transforme as medidas em dam:

a)      1 mm

b)      2 cm

c)       3 dm

d)      4 m

e)      5 hm

f)       6 km

g)      0,078 hm

h)      90 m

i)        203 dm

j)        12.345 mm

k)      67,89 cm

l)        13,007 km


5)      Transforme as medidas em hm:

a)      1 km

b)      2 dam

c)       3 m

d)      4 dm

e)      5 cm

f)       6 mm

g)      78,90 km

h)      0,12 km

i)        345,67 dam

j)        890,12 m

k)      34 cm

l)        567.890 mm


6)      Transforme as medidas em km:

a)      123 m

b)      0,45 dam

c)       67.890 dm

d)      203,04 hm

e)      5.060,70 cm

f)       1 mm

g)      0,5 m

h)      500 m

i)        780 m

j)        12 m

k)      50 cm

l)        0,5 hm

m)    50 hm

Conversões de unidades de tempo
1)      Transforme em minutos
a)      1 h
b)      1/2 h
c)       1/3 h
d)      1/4 h
e)      1/5 h
f)       1/6 h
g)      1/10 h
h)      1/12 h
i)        1/15 h
j)        1/20 h
k)      1/30 h
l)        1/60 h
m)    0,5 h
n)      0,1 h
o)      0,2 h
p)      0,25 h
q)      60 s
r)       90 s
s)       120 s
t)       150 s
u)      30 s
v)      20 s
w)    15 s
x)      12 s
y)      10 s
z)       6 s
aa)   5 s
bb)  3 s
cc)    2 s
dd)  1 s
ee)  1 dia
ff)      1 semana
gg)   1 mês

2)      Transforme em horas
a)      1 dia
b)      1 semana
c)       10 dias
d)      1 mês
e)      1 ano
f)       300 min
g)      1020 min
h)      36.000 s
i)        1,5 dia
j)        1,5 semanas
k)      1/2  dia
l)        1/3 do dia
m)    1/4 do dia
n)      1/6 do dia
o)      1/8 do dia
p)      1/12 do dia
q)      0,5 dia
r)       0,25 dia

3)      Transforme em segudos:
a)      1 min
b)      1 h
c)       1 dia
d)      1 semana
e)      1 mês
f)       1,5 min
g)      23,5 min
h)      1/2 h
i)        0,5 h
j)        1,5 h
k)      2 horas e 12 minutos
l)        30 h
m)    27 minutos e 18 segundos
n)      1 h 23’ 45”

4)      Transforme em dias
a)      1 semana
b)      1,5 semana
c)       2 semanas
d)      240 h
e)      120 h
f)       132 h
g)      43200 s
h)      5.040 min
i)        1/7 da semana
j)        2/7 da semana

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Trabalho 3 de física para os 2º anos da manhã

Caros alunos dos 2º anos da manhã, conforme combinado, estou disponibilizando as questões para serem refeitas e entregues no dia 13/04, como trabalho 3 de física.
Para quem preferir uma cópia xerox, está disponível na secretaria por R$ 0,40 (frente e verso).


1)     Explique, com suas palavras, o que significa cada termo abaixo (do ponto de vista da física):

a)     Energia térmica;

b)    Calor;

c)     Temperatura;



2)     (Vunesp-SP) Quando uma enfermeira coloca um termômetro clínico de mercúrio sob a língua de um paciente, por exemplo, ela sempre aguarda algum tempo antes de fazer a leitura. Esse intervalo de tempo é necessário:

a)     Para que o termômetro entre em equilíbrio térmico com o corpo do paciente.

b)    Para que o mercúrio, que é muito pesado, possa subir pelo tubo capilar.

c)     Para que o mercúrio passe pelo estrangulamento do tubo capilar.

d)    Devido à diferença entre o calor específico do mercúrio e do corpo humano.

e)     Porque o coeficiente de dilatação do mercúrio é diferente do coeficiente de dilatação do vidro.


3)     (Mack-SP) Um pesquisador observou que determinado vegetal se desenvolvia melhor quando cultivado num ambiente onde se mantinha a temperatura constante e igual a 68 ºF. Ao publicar seu trabalho, teve de fazê-lo em unidades da escala absoluta do SI. Como foi mencionada tal temperatura?



4)     (UFTM-MG) Um estudante mediu a temperatura de um colega que estava com febre. Para tanto ele usou um termômetro de mercúrio cuja escala estava ilegível. Então, para determinar a temperatura ele fez o seguinte procedimento: colocou o termômetro em um recipiente que continha água e gelo e, após o equilíbrio, marcou a altura da coluna de mercúrio a partir do bulbo (5 cm). Em seguida colocou o termômetro em um recipiente com água em ebulição e, após o equilíbrio, marcou a altura da coluna da mesma forma (15 cm). Por fim, colocou o termômetro em contato com a pele do colega e, após o equilíbrio, marcou a altura (8,8 cm). Qual a temperatura do colega? Considere que a água, em ambos os casos, era destilada e o experimento foi feito ao nível do mar.

a)     40 ºC               b)   39 ºC               c)    41ºC                d)   38 ºC                 e)    n.d.a.



5)     Explique, com suas palavras, o que é:

a)     Dilatação linear e cite duas “coisas” que poderiam sofrer esse tipo de dilatação.

b)    Dilatação superficial e cite duas “coisas” que poderiam sofrer esse tipo de dilatação.

c)     Dilatação volumétrica e cite duas “coisas” que poderiam sofrer esse tipo de dilatação.

d)    Coeficiente de dilatação.



6)     (ITA-SP) Você é convidado a projetar uma ponte metálica, cujo comprimento será de 2,0 km. Considerando os efeitos de contração e expansão térmica para temperaturas no intervalo de – 40 ºF a 110 ºF e o coeficiente de dilatação linear do metal de 12 . 10 ˉ6 ºCˉ1, qual a máxima variação esperada no comprimento da ponte? (O coeficiente de dilatação linear é constante no intervalo de temperatura considerado.)

a)     9,3 m               b)    3,0 m               c)    2,0 m               d)    0,93 m               e)    6,5 m



7)     (Uni-Rio-RJ) A figura a seguir representa uma lâmina bimetálica. O coeficiente de dilatação linear do metal A é a metade do coeficiente de dilatação linear do metal B. À temperatura ambiente, a lâmina está na vertical.



Se a temperatura for aumentada em 200 ºC, a lâmina:

a)     Continuará na vertical.

b)    Curvará para frente.

c)     Curvará para trás.

d)    Curvará para a direita.

e)     Curvará para a esquerda.



8)     (Fuvest-SP) Considere uma chapa de ferro circular, com um orifício circular concêntrico. À temperatura inicial de 30 ºC, o orifício tem um diâmetro de 1,0 cm. A chapa é então aquecida a 330 ºC

a)     Qual a variação do diâmetro e da área do furo, se o coeficiente de dilatação térmica linear do ferro é 12 . 10 ˉ6 ºCˉ¹ ?

b)    A variação da área do furo depende do diâmetro da chapa?



9)     (FGV-SP) O dono de um posto de gasolina recebeu 4000 L de combustível por volta das 12 horas, quando a temperatura era de 35 ºC. Ao cair da tarde, uma massa polar vinda do Sul baixou a temperatura para 15 ºC e permaneceu até que toda a gasolina fosse totalmente vendida. Qual foi o prejuízo, em litros de combustível, que o dono do posto sofreu? (Dado: coeficiente de dilatação do combustível é de 1,0 . 10 ˉ³ ºCˉ¹.)

a)     4                   b)    80                   c)    40                   d)    140                   e)    60

 Bom trabalho!

Hélio Yamaguchi